Principe Alquimista





'' A vida é muito curta , pra viver pensando em quem não quis mais do que o pouco. È claro que você pode entrar na minha vida , mas se for pra sair cedo , esqueça meu endereço. ''

-

“- Não é algo que eu planejei para acontecer - eu expliquei à ela.
- Quem é que planeja se apaixonar?”


»

Na maioria das vezes, o que eu penso é bem diferente do que eu faço.

Na maioria das vezes, o que eu penso é bem diferente do que eu faço.

É triste saber que um dia vou ver você passar e não sentir cada milímetro do meu corpo arder e enjoar. É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer. O fim do amor é ainda mais triste que o nosso fim. Tati Bernardi    (via m-alicioso)
Achei que era amor , achei que amava cada detalhe seu , Cada detalhe mesmo . Achei que era amor pelo fato de amar todas as suas manias e loucuras. Achei que era amor por amar o seu jeito meio bobo e atrapalhado , Achei que era amor por sempre achar graça da forma como você usava palavras bonitas ao falar. Achei que era amor pela forma como você me tratava , sempre tão atencioso e gentil. Achei que era amor quando ria de cada piada besta sua . Achei que era amor quando você me chamava de burra e eu lhe chamava de nerd. Achei que era amor quando ficava boquiaberta por você ser tão esperto e inteligente . Achei que era amor quando saiamos juntos , e você sempre reclamava que sempre tinha que se esconder. Achei que era amor pelo fato ser tão amoroso , mesmo quando eu vacilava feio . Achei que era amor até mesmo quando a distância sempre atrapalhava tudo. Achei que era amor quando sempre achava graça das suas roupas. Achei que era amor quando ouvíamos RCHP e cantávamos feito loucos. Achei que era amor quando achava incrível a forma que gostávamos sempre das mesmas coisas. Achei que era amor quando você sempre dizia que eu era muito branca e desastrada. Achei que era amor por amar cada mensagem exagerada e melosa sua. Achei que era amor quando achava fofa a sua fissuração por mangás e a forma como falava deles . Achei que era amor por sempre sorrir da sua cara quando falava de filmes de terror. Mas percebi que estava errada , oque eu sentia por você não era amor , e sim paixão . Pois esta sim é passageira. Percebi que não era amor , quando te vi distante , quando te vi com ela e não senti absolutamente nada , passou por mim mas não me atingiu. Percebi que não era amor quando meu coração se recusava á sair pela boca ao te ver. Percebi que não era amor quando sai pela porta e esta não me provocou nenhuma vontade em voltar. Beatriz Moraes (MDV)
Eu fico tão idiota quando falo com você.
Você é livre para fazer suas escolhas,mas é prisioneiro das consequências. Pablo neruda. (via garoto-de-mochila)
Smirnoff Nightlife Themes